Salário médio de promotores e procuradores de Justiça na Bahia é de R$ 37 mil

7 anos Anterior written by

O salário médio de um membro do Ministério Público da Bahia (MP-BA) é de aproximadamente R$ 37.248, de acordo uma reportagem publicada pela revista Época, na última sexta-feira (12). O quadro do MP-BA é composto por 551 membros, entre eles, promotores e procuradores de Justiça. De acordo com a publicação, o salário do procurador-geral de Justiça, Márcio Fahel, em março deste ano, foi de R$ 51.299. O salário mais alto registrado pela revista foi do procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Marfan Martins Vieira, de R$ 122.534, em janeiro deste ano. Os membros do parquet baiano recebem auxílio-moradia de R$ 4.377, auxílio-alimentação de R$ 810, plano de saúde da Sul-América, com gestão compartilhada. Os promotores e procuradores que atuam no âmbito da Justiça Eleitoral ainda recebem um adicionar de R$ 4.631, pagos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A licença-maternidade é de 120 dias, podendo chegar a 180 dias, com apresentação de atestado médico. Os membros do MP-BA ainda gozam de 60 dias de férias, mais 90 dias de licença-prêmio a cada cinco anos. Eles também recebem auxílio-mudança, com valor a ser definido a depender da distância. Os promotores e procuradores não recebem auxílio educação e não detém de uma divisão específica de assistentes. A instituição em 51 carros com motorista, e as vagas utilizadas são dos próprios prédios de trabalho. O MP-BA não informou para a publicação o valor de seu orçamento anual. O MP também não custeia com estudos no exterior.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Justiça

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.