Salvador: Ameaça de demolição em terminal deixa comerciante apreensivo

6 anos Anterior written by

Depois de 40 anos dedicando-se ao funcionamento do bar e restaurante Ponto Certo, seu Benedito Lopes dos Santos, 61 anos, se desespera com a possibilidade de demolição do seu estabelecimento, localizado na entrada do Terminal São Joaquim. De acordo com ele, a Companhia de Docas do Estado da Bahia (Codeba), em conjunto com a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), enviaram fiscais para comunicar que o local seria demolido. Seu Benedito afirma que, em 1992, ganhou na Justiça o direito de permanecer no local. Agora, o Juiz teria determinado que o estabelecimento fosse demolido. Segundo Benedito Lopes, não lhe foi apresentada nenhuma documentação de despejo, tampouco documentação que comprove a decisão do Juiz. O motivo para o despejo também não lhe foi informado. “Mandaram tirar todos os meus materiais ou passariam com a máquina em cima de tudo.”, revelou o proprietário do estabelecimento. Por medo, seu Benedito começou retirar, na tarde de ontem (8), a sacada do restaurante, além dos produtos que estavam estocados no depósito que fica localizado no primeiro andar. “Não me deram nada para assinar, só chegaram dizendo que tenho que sair. Se for retirado, só Deus na minha vida. Sendo indenizado, tudo bem, porque teria a possibilidade de mudar de ponto. Mas estou sem dinheiro para nada, não sei como será a vida”, desabafou. A equipe de reportagem entrou em contato com a Agerba e Codeba para saber informações precisas sobre a situação de Seu Benedito. A Agerba sinalizou que só poderia falar sobre o assunto hoje (8). (Tribuna da Bahia)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Justiça

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.