Salvador: Após emprestar cadeiras para pessoas em fila do auxílio emergencial, homem diz que 18 dos equipamentos foram furtados

1 ano Anterior written by

O comerciante de Salvador que emprestou e distribuiu cadeiras, na manhã de quarta-feira (6), para pessoas que formavam uma imensa fila em frente à agência da Caixa Econômica Federal do bairro de Periperi, relatou nesta sexta (8) que teve 18 equipamentos furtados.

Welington Gonçalves trabalha com eventos e alugava as cadeiras, antes do período da pandemia do novo coronavírus. Com o material parado, ele resolveu emprestar as cadeiras para amenizar o cansaço das pessoas que estavam na imensa fila para retirada do auxílio emergencial de R$ 600.

Nesta sexta, o comerciante relatou que emprestou as cadeiras, 18 foram levadas e o prejuízo foi de R$ 600. Ele não viu quem levou as cadeiras, nem o momento em que elas foram retiradas do local, só notou a ausência no momento da contagem.

“Cada cadeira custa em média R$ 30 a R$ 35, então o prejuízo é de uns R$ 600, mas eu continuo trabalhando. Quando comecei, eu disse que não ia parar”, reforça o comerciante.

Welington disse que já passou por outros problemas na vida, e que isso não o fez desistir de fazer coisas para ele e para o próximo.

“Eu já fui vendedor ambulante, já vendi doce, já tive isopor com bebidas levada. Uma vez, quando vendia caldo de cana, eu dormi um pouco e roubaram minha máquina de cana. Em todas essas vezes eu não desisti. O que me faz vencer na vida é minha persistência”, destacou. (G1)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.