Salvador: Após ser demitido, homem hackeia site da companhia.Polícia investiga o caso

6 anos Anterior written by

Um técnico de informática de Salvador suspeito de invadir o servidor da empresa onde trabalhava para apagar informações importantes e derrubar sites de clientes da companhia teve seis computadores, nove celulares, pendrives e dezenas de mídias de cds e dvds apreendidos pela Polícia Civil, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão realizado na casa onde mora, no bairro da Caixa D’Água. Segundo informações do Grupo Especializado de Repressão aos Crimes por Meios Eletrônicos (GME), a suspeita é que o técnico de informática tenha agido por vingança, após ser demitido da empresa. Ele será indiciado com base no artigo 154 do Código Penal, por invasão de dispositivos de informática, e pelo crime de danos.De acordo com Romualdo Sousa, chefe de investigação da GME, após denúncia da empresa, em agosto de 2014, uma investigação foi iniciada. “Identificamos o local da conexão e o IP da máquina usada por ele. Já ciente da identidade e do endereço do suspeito, pedimos um mandado de busca e apreensão, que foi dado pelo juiz nesta semana, e cumprido na última segunda (23), em operação conjunta da GME com a 2ª Delegacia Territorial da Liberdade (2ª DT/Liberdade), liderada pelos delegados Charles Leão (GME) e Luis Henrique (2ª DT/Liberdade)”, afirma. Romualdo ainda acrescentou que o técnico de informática compartilhava a mesma conexão de internet com um vizinho que, por isso, teve seu apartamento incluso no mandado de busca e apreensão. “Segundo a Lei Geral de Telecomunicações, compartilhar conexão de internet é crime”, diz. Todo material apreendido na casa do técnico de informática será encaminhado para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). O suspeito já foi intimado a comparecer ao GME para prestar esclarecimentos sobre o fato.(G1 Bahia)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Crime

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.