SP: Jovem que matou avó com vaso sanitário é levado para cadeia

6 anos Anterior written by

O rapaz de 27 anos que matou a própria avó com um vaso sanitário depois de uma briga foi encaminhado nesta quarta-feira (6) para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba (SP), após receber alta médica do Hospital Regional. Ele estava hospitalizado após ser espancado por moradores quando o crime foi descoberto. O crime foi na terça-feira (5) e, segundo a Polícia Civil, o rapaz vai ser indiciado por homicídio simples. Os policiais levaram-no do hospital direto para o CDP, bastante debilitado e ainda usando fralda. Quando foi detido, na tarde de terça-feira, no bairro Humberto de Campos, o rapaz estava sem roupas. De acordo com o cabo da Polícia Militar, Vanderlei Cardoso, o suspeito estava alucinado na hora da ocorrência. “Ele não falava nada com nada, estava transtornado e apresentava sinais de surto”, afirma. Os moradores ficaram revoltados quando souberam que a vizinha, de 71 anos, tinha sido morta pelo neto e o rapaz foi agredido com pedaços de madeira e uma barra de ferro. Ainda de acordo com a PM, com a chegada da equipe da polícia, as pessoas saíram do local e o suspeito tentou agredir os policiais. O rapaz foi contido pelos PMs e levado para o hospital com diversos ferimentos na cabeça e no corpo. A casa onde o crime aconteceu foi interditada para que a perícia fizesse o trabalho no local. O motivo do surto vai ser investigado. Segundo a PM, o homem era de Mato Grosso do Sul e estava morando há pouco tempo no município.

No CDP: De acordo com nota enviada pela Secretaria de Administração Penitenciária, o suspeito deu entrada no CDP de Sorocaba, por volta das 13h, desta quarta-feira, procedente do 2º D.P.P. de Sorocaba, incurso no artigo 121 do Código Penal. Ao chegar na Unidade Prisional, o detento não utilizava fraldas. Foi realizado exame admissional de saúde pela equipe de enfermagem, onde foi constatado múltiplas escoriações e lesões de natureza leve, sendo que ao contato não apresentou nenhum sintoma ou aparentes características de sofrer doença mental. A secretaria também informa que na data desta quinta-feira (7), ele passará por uma avaliação realizada por um médico do CDP, para a devida averiguação do caso. Observa-se ainda que, assim como os demais presos que são inclusos no sistema, o referido detento recebeu um kit contendo uniforme padrão, material de higiene pessoal, calçado, entre outros.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Crime

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.