Temer age para não perder comando do PMDB

6 anos Anterior written by

Com a proximidade da Convenção Nacional do PMDB, prevista para março, o vice-presidente Michel Temer desembarcou nesta terça-feira (5) em Brasília para tentar negociar a pacificação da bancada da legenda na Câmara e evitar que a disputa também contamine o processo para a sua recondução à presidência da legenda. Temer ocupa o posto desde 2001 e sua manutenção no cargo está ameaçada pelo PMDB do Senado. O presidente da Casa, Renan Calheiros (AL), o líder Eunício Oliveira (CE) e o senador Romero Jucá (RR) pretendem apresentar um nome para presidir a sigla na convenção. O vice-presidente tem defendido um entendimento na briga pela liderança da Câmara. “O Michel está acompanhando o processo. Não está interferindo diretamente”, afirmou à reportagem o deputado Osmar Terra (PMDB-RS). Temer deve se encontrar nesta quarta (6) com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para discutir o assunto. A definição do líder da bancada da legenda, a maior da Câmara com 68 integrantes, deverá ocorrer em fevereiro. O vice-presidente busca o papel de apaziguador da disputa uma vez que ela envolve dois dos Estados com o maior número convencionais: Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Política

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.