Wagner nega oferecimento de apoio a Cunha: ‘Nos recusamos a fazer acordo com chantagistas’

5 anos Anterior written by

O ex-ministro Jaques Wagner negou ter oferecido apoio ao presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em troca da não abertura do processo de impeachment contra Dilma Rousseff. Em pronunciamento feito nas redes sociais, ele chamou o parlamentar de “chantagista” e criticou as declarações dele concedidas na entrevista coletiva desta terça-feira (21). “Nunca houve oferecimento de apoio do PT a Cunha nem nunca haverá porque nos recusamos a fazer qualquer tipo de acordo com chantagistas. O que ocorreram foram encontros para tratar da relação entre Executivo e Legislativo e da pauta de votações, algo absolutamente normal em uma democracia”, escreveu Wagner. Ele ainda criticou a postura de Cunha e disse que o presidente afastado da Câmara “mentiu para se fazer de vítima

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Entretenimento · Política

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.